RH dá a dica

Habilidades socioemocionais devem ser desenvolvidas desde a primeira infância

Colégio Sesi da Indústria tem metodologia que promove o desenvolvimento pessoal dos estudantes desde a educação infantil

compartilhe

Saber se relacionar com pessoas diferentes, trabalhar em equipe, resolver problemas e ter autonomia: essas são habilidades facilmente exigidas em uma vaga de trabalho. Porém, seu desenvolvimento tem início muito antes de seu ingresso no mercado de trabalho. A inteligência emocional deve ser aprendida desde a infância. “O período da infância, dos 0 aos 7 anos, é muito importante quando se trata de aprendizagem e desenvolvimento das competências e habilidades socioemocionais. Nesse período, passamos pelo processo de construção de mundo, de conhecimentos, entender onde você está, reconhecer a realidade ao seu redor, experimentar. Por isso, é essencial que os pais e o colégio onde a criança estuda promova o desenvolvimento destas habilidades já na primeira infância”, explica Camila Zanella, Coordenadora de Educação e Negócio da Gerência de Educação do Sistema Fiep.

O Colégio Sesi da Indústria faz parte do Sistema Fiep, que trabalha metodologicamente a promoção de soft skills em todos os níveis de ensino: da educação infantil à pós-graduação. Assim, desde a educação infantil, o Colégio Sesi da Indústria promove o desenvolvimento das habilidades vinculadas à inteligência emocional. “Capacitamos todo o nosso corpo docente para que promovam o desenvolvimento das competências socioemocionais dentro do projeto educativo por meio de uma metodologia que estimula o trabalho em equipe, o respeito às diferenças, a resolução de desafios e a celebração de conquistas, diariamente as crianças desenvolvem suas competências relacionais e emocionais, conta Camila.

O Colégio Sesi da Indústria promove uma formação que une saberes técnicos e de humanidade com mais qualidade e entendimento, formando cidadãos que saibam lidar com desafios, não travem com diferenças e negativas e transformem o ambiente onde estão inseridos em um lugar melhor.

Um dos desafios do mercado de trabalho é encontrar profissionais que, além das habilidades técnicas desenvolvidas, também tenham inteligência socioemocional. “As habilidades soft skills são desafiadoras. Desenvolver a inteligência emocional quando adulto pode ser mais difícil e dolorido, por isso a importância desse trabalho desde a primeira infância”, afirma a coordenadora.