Projetos

Sustentabilidade

Termo Revest: Telha de Cortiça e Fibra de Vidro com Isolamento Térmico e Acústico

compartilhe

O projeto “Termo Revest: Telha de Cortiça e Fibra de Vidro com Isolamento Térmico e Acústico”, foi desenvolvido pelos alunos Dayane Stella Senko Ukan, Enzo Felisbino Hipólito e Maria Eduarda Pares Ribeiro e pelos orientadores Alexandre Bueno e Amanda Pugsley Nacarato, da unidade CIC, em Curitiba. A iniciativa visa a criação de uma telha/revestimento mais acessível, com o foco principal em resolver problemas acústicos, e possivelmente os térmicos das escolas. Sabe-se que esses lugares possuem ambientes onde a atenção é muito necessária para se ter um bom aprendizado, e muitas vezes ruídos externos podem causar desconcentração, seja chuva, carros ou até pelo grande número de pessoas.  

O principal objetivo do projeto é desenvolver um revestimento feito com cortiça e fibra de vidro, em formato sanduíche, a fim de proporcionar um conforto acústico e térmico para os ambientes, impedindo a propagação e o aumento dos Decibéis dentro das salas de aula e mantendo um ambiente com temperatura mais agradável, respectivamente. 

Com esse projeto, espera-se esboçar uma diminuição no impacto ambiental, por meio das características biodegradáveis e reutilizáveis dos materiais, demonstrar uma alternativa viável e acessível de revestimento de estruturas e contribuir com a redução dos ruídos, validando o isolamento acústico e térmico efetivo, proporcionando conforto. O projeto relaciona-se com os ODS´s 9, que associa infraestruturas resilientes, inclusivas, sustentáveis e inovadoras e o 11, que visa cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis, pois a utilização da cortiça, visto a sua reutilização, mostra-se como uma alternativa sustentável, além disso, a telha apresenta um custo benefício maior levando em conta seu relação com valores, a produção da telha demonstra um valor menor e mais acessível a todos, comparado a telhas termoacústicas produzidas atualmente. Além disso, pode ainda representar o ODS de número 4, que assegura a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, visto que o projeto visa a inclusão de pessoas portadoras de TEA (Transtorno do Espectro Autista) e TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade), esses transtornos causam sensibilidade auditiva e se distraem mais facilmente, muitas vezes causando dificuldade no aprendizado ou irritação por conta desses estímulos sonoros externos, entretanto com o uso da de um revestimento acústico ou a telha termoacústica esses problemas seriam amenizados. 

A iniciativa conquistou o terceiro lugar da categoria "Emprendedorismo" da FIciencias 2020.