Projetos

Sustentabilidade

Cápsula orgânica para o combate de pragas em plantações agrícolas

compartilhe

Utilizar os resíduos alimentares sólidos que seriam descartados para desenvolver uma cápsula 100% orgânica com o propósito de combater pragas nas plantações agrícolas: esse foi o projeto inovador criado no laboratório de química e biologia pelos estudantes do Sistema Fiep do Colégio Sesi de Campo Mourão.

“Tudo começou quando, no decorrer de pesquisas relacionadas à sustentabilidade, descobrimos que o cidadão campo mourense consome cerca de 30 litros de agrotóxicos por ano, um número alarmante. Foi então que após muitas pesquisas a minha equipe desenvolveu uma cápsula orgânica para substituir a utilização desses agrotóxicos nas lavouras”, conta Desirée Adrielle Nascimento Bonfim, uma das egressas idealizadoras do projeto.

A ideia foi evoluindo após uma série de reuniões sobre produção do lixo. “Somando isso aos conhecimentos adquiridos nas aulas de biologia sobre controle biológico, surgiu a ideia da cápsula Cartepie”, acrescentou a estudante. O projeto conquistou o primeiro lugar na quarta edição das Olimpíadas de Ciências Colégio Sesi de Campo Mourão.

 Projeto Caterpie

O projeto consiste em uma cápsula produzida com sobras e cascas de frutas e vegetais. As cascas são secas ao sol e posteriormente moídas até se transformarem em uma farinha. “A farinha deve ser misturada a uma cola a base de amido de milho, produzida ao misturar amido de milho a água fervente, adicionando posteriormente vinagre que possui uma função antifúngica. Após secas, podem ser fechadas, pronta para uso”, explica Desirée. A proposta é inserir as cápsulas orgânicas no solo, dando a ela também a função de adubo, substituindo assim os agrotóxicos utilizados em grande escala nas áreas agrícolas. As cápsulas ainda não estão sendo comercializadas.

O projeto foi destaque no portal do Globo Rural. Veja aqui!