Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




TRABALHO EM REDE28/07/2015 - Atualizado em 29/07/2015

Sesi realiza ações com diferentes setores de Santa Cecília do Pavão

As atividades do programa tiveram como foco as instituições que lidam com crianças e adolescentes da região

Na última quinta-feira (23), o Sesi no Paraná desenvolveu o trabalho em rede com as instituições que estão ligadas às crianças e adolescentes de Santa Cecília do Pavão, com o objetivo de dar apoio e proteção a esse jovens. A ação aconteceu com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal da Educação e Cultura, Secretaria Municipal da Saúde, Escola Municipal e CMEI, Casa da Criança e com a Polícia Militar.

O programa foi dividido em vários momentos. Primeiramente, foi feito o reconhecimento do “eu e do outro”. Em seguida, a articulação da rede, na qual todos os integrantes puderam se conhecer melhor e perceber quais são as potencialidades e necessidades de cada um. Depois disso, os participantes puderam imaginar e sonhar com ações e organizá-las. Para então, por fim, realizá-las e celebrá-las.

clique para ampliarclique para ampliarParticipantes do programa "Trabalho em Rede" realizando atividades. (Foto: Divulgação)

De acordo com uma das facilitadoras da metodologia, Karin Bruckheimer, trabalhar em rede é, antes de tudo, reconhecer que todos os indivíduos e organizações são dotados de recursos, de capacidades, de possibilidades, e que, também, são possuidores de fragilidades, de carências e de limitações. “No processo de construção da Rede de Proteção Social, as relações devem ser pautadas pelo profissionalismo, pelas atribuições e competências de cada instituição. Contudo, as relações sempre serão crivadas por relações sociais, portanto, humanas, e, assim, as marcas, a forma de fazer, o nível de qualificação/formação e a concepção de mundo das pessoas também estarão presentes, e demarcarão todo o processo”, pontua a facilitadora.

Para Juliene Soares Fernandes, Secretária Municipal de Educação e Cultura, a ação foi muito interessante por envolver vários setores e conseguir ver a realidade e necessidade de cada um. “Percebi que o trabalho em rede realmente funciona. Gostei da ideia de montar um questionário do Bolsa Família, entre o CRAS e as escolas, para acompanhar o investimento da família sobre o aluno – se ele tem material, se está uniformizado, com roupa de frio, se está bem cuidado. Isso resolveria as coisas de uma maneira mais fácil”, relata a secretária. 

Sesi   Serviço Social da Indústria (Paraná)   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR