Notícias

Maior torneio de robótica do Brasil se adapta para edição virtual

No Paraná, seletiva estadual da First Lego League acontecerá entre os dias 5 e 6 de maio. O evento trará palestras e provas simultâneas, reproduzindo virtualmente a experiência presencial

compartilhe

Transformar um evento presencial em online já é um desafio, ainda mais quando é uma competição entre robôs de Lego. E esta foi a proposta do Torneio Sesi de Robótica First Lego League em 2021. As seletivas estaduais, que começaram em abril, estão sendo todas virtuais e, no Paraná, a competição acontece nos dias 5 e 6 de maio, aberta ao público.

“O torneio de robótica é um programa internacional que desafia os estudantes a buscarem soluções para problemas do dia-a-dia da sociedade. Aplicando conceitos de STEM (Science, Technology, Engineering, Arts e Mathematics) na criação de projetos de inovação, os alunos constroem e programam robôs e colocam eles para completar missões, aprendendo enquanto se divertem! Respeitando as orientações de isolamento social, nossa equipe trouxe a energia do evento presencial para sua versão virtual. Com uma programação cuidadosamente preparada, o torneio trará muita interação, comunicação, diversão e aprendizagem”, conta Giovana Punhagui, gerente executiva de Educação do Sistema Fiep.

Entre os dois dias de evento, serão mais de 320 alunos entre 9 e 16 anos, de escolas públicas e particulares competindo. Além disso, acontecerão palestras, bate-papos e atrações paralelas. Devido à pandemia da Covid-19, seu principal ambiente de avaliação será pela FIRST REH (Remote Event Hub), uma plataforma oficial da FIRST desenvolvida especialmente para os torneios online.

Nesta temporada, o tema é RePLAY. O intuito é incentivar a prática de atividades físicas para garantir uma qualidade de vida melhor, evitar o sedentarismo e promover a saúde. Deste modo, os participantes devem pensar em formas inovadoras de motivar e tornar as pessoas mais ativas.

“A cada ano há uma temática diferente, para que os alunos desenvolvam soluções aplicáveis e desenvolvam suas habilidades envolvendo robótica e programação. Além disso, temos como objetivo desenvolver habilidades comportamentais, como o trabalho em equipe, colaboração, resolução de problemas e fomentar o trabalho colaborativo. Esse programa propõe aos alunos a tarefa de inventar soluções para problemas reais e permite que os jovens vivenciem um processo criativo no qual eles estão na liderança”, conta Giovana.

As equipes classificadas garantem vaga para o Festival Sesi de Robótica, que está previsto para o final de maio. A participação é aberta ao público e gratuita, basta acessar o site: https://hybri.online/torneio_robotica_regional_parana/

 

Sobre a competição

Além do projeto de inovação, no Desafio do Robô as equipes colocam seus robôs para realizar 14 missões específicas, tais como: capturar, transportar, ativar ou entregar objetos em um tapete oficial da competição. Também são avaliados o design do robô e os core values. Esta última categoria visa manter a competição amigável, com ganho mútuo. Deste modo, o trabalho em equipe, com inclusão, diversão e inovação são considerados.