Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




18/10/2017

Blog

Confira aqui notícias e informações sobre alimentação saudável

18/10/2017

Ovo – O Mito

Muitas pessoas têm medo de comer ovos, devido ao seu conteúdo alto de colesterol (212mg). Porém, a pessoas saudáveis podem comer 1 ovo por dia! Os ovos são ricos em vitaminas, minerais, proteínas de alta qualidade, boas gorduras e vários outros nutrientes como colina, luteína e zeaxantina – que auxiliam na saúde da visão, memória e função cerebral. Os ovos auxiliam no aumento do colesterol HDL (o “bom”) e tendem a reduzir o colesterol LDL (o “mau”).

Como consumir?

Ovos mexidos são ótimas opções para o café da manhã e tarde, omelete no almoço ou jantar. Também podem ser incluídos em panquecas rápidas e muffins.

Quanto ao modo de preparo, prefira sempre incluir menos gordura, como ovos cozidos, pochê ou mexidos.

18/10/2017

Você toma Água?

Todo mundo sabe que é essencial tomar água. Mas você sabe calcular a quantidade correta para você?

Multiplique seu peso atual por 35. O resultado será a quantidade em mililitros que você deve ingerir durante o dia!

Se você se assustar com a quantidade, inicie tomando a metade da quantidade certa e vá aumentando aos poucos!

18/10/2017

Como incluir Temperos na rotina?

Muita gente não tem hábito de usar temperos nas preparações e acaba carregando no sal ou usando temperos prontos.

Os temperos possuem alto poder medicinal e servem como tônicos para o coração, pulmão e fígado, além de combater o colesterol ruim e evitar alguns tipos de câncer, pela alta concentração de antioxidantes. O alho, por exemplo, auxilia no controle da pressão arterial e fortalece o sistema imunológico. O louro ajuda na digestão e combate a bronquite.

Que tal iniciar o uso, através dos mais conhecidos como salsinha, cebolinha, orégano, manjericão, alho, louro, cúrcuma, colorau e pimenta?

Cúrcuma combina com frango, peixes e crustáceos, além de pães, biscoitos e arroz.

Cebolinha e salsinha usadas para finalizar saladas, sopas, legumes cozidos, além de aromatizar omeletes ou queijo fresco.

Louro é um tempero muito usado na cozinha brasileira, entrando nas marinadas, assados, ensopados, conservas, feijão e até nas sopas.

Manjericão é muito usado com tomates, tanto nos molhos como nas saladas, nas aves, nos peixes, em sopas, carnes de vaca e de vitela.

Orégano entra no preparo de pizzas, molhos e pratos que levam tomates, além de marinadas, recheios e pratos à base de frango ou de peixe.

Pimenta usado em quase todos os pratos salgados e inclusive em pratos doces. A branca é usada em pratos mais delicados, pois é menos ardida e menos aromática.

Alho é muito usado na preparação de pratos refogados, como legumes, carnes e molhos.

 

 18/10/2017

Adoçantes

O nosso organismo não está preparado, geneticamente, ao sabor excessivo do doce dos adoçantes e isso pode gerar muitos problemas para nossa saúde.

Os adoçantes podem alterar o centro da fome (localizado no hipotálamo), aumentando a fome (compulsão alimentar) por alimentos com alta concentração de açúcar como produtos feitos à base de farinha refinada (pães, biscoitos, massas, torradas), cremes, sobremesas, doces, sorvetes, chocolates entre outros.

Mas todo adoçante faz mal para a saúde?

Por exemplo, o aspartame aumenta a sensibilidade à insulina, ou seja, altera o açúcar no sangue (propensão ao diabetes), fazendo a gente guardar mais gordura nas células.

O consumo excessivo de produtos à base de sacarina e ciclamato podem provocar câncer.

A sucralose pode comprometer o funcionamento da tireóide, glândula que produz hormônios que regular todo o funcionamento do nosso corpo.

E como fazer para consumir menos alimentos doces?

Comece reduzindo os adoçantes ou açúcar de adição das preparações que você consome, e seu corpo, vai aos poucos, se adaptando ao sabor natural dos alimentos. Após 21 dias, seu corpo já estará adaptado e você não sentirá mais necessidade de consumir tanto doce.

Experimente conhecer o verdadeiro sabor dos alimentos!

 18/10/2017

Banana e maçã como substitutas do açúcar

A banana e a maçã são frutas muito consumida no Brasil. Por serem frutas práticas de transportar, muita gente as leva para consumir em lanches.

Mas você sabia que a banana e a maçã podem adoçar muitas preparações sem que você necessite usar açúcar?

Experimente substituir o açúcar de alguma preparação como bolo ou panqueca, por bananas maduras ou utilize maçã na preparação de algum suco. Você irá se surpreender com o resultado e a sua saúde irá agradecer!

18/10/2017

Você sabia que pode preparar seu próprio Iogurte Natural?

É muito fácil e barato preparar seu próprio iogurte natural, basta ter esses dois ingredientes a mão:

Leite pasteurizado (de pacotinho)

Iogurte natural (verifique no rótulo que só tenha: leite e fermentos lácteos)

Modo de preparo: Aqueça um litro de leite até quase ferver. Deixe do lado até ficar morno (entre 40 a 50 °C, pode usar um termômetro para medir a temperatura). Esquente o forno, deixe-o bem quente e desligue. Quando o leite estiver morno, coloque o iogurte natural e misture. Coloque a mistura em potes separados ou em uma tigela grande. Cubra com papel filme e leve ao forno (já desligado). Deixe o iogurte caseiro descansar de 5 a 8 horas dentro do forno desligado. Depois é só servir.

Observação importante: 1 - Certifique-se de que os ingredientes do iogurte que usa como “mãe” são somente a base de leite e fermento lácteo. Evite aqueles que tem apresentam uma quantidade maior de ingredientes, como xarope de açúcar, amido modificado, espessantes goma xantana, etc…

2- O iogurte funciona bem quando o leite está morno. Se estiver quente demais pode matar os fermentos, se for frio demais os fermentos não se desenvolvem tão bem.

Dica: Não precisa comprar um novo iogurte cada vez que quer fazer o seu. Simplesmente usa a sobra do anterior. Precisa de muito pouco para fazer um novo iogurte!

Quer um iogurte de frutas? Misture frutas com um pouco de açúcar ou uma pequena quantidade de sua geleia preferida no iogurte. Você terá um produto delicioso e muito mais saudável do que a maioria dos iogurtes prontos.

 18/10/2017

Por que marinar alimentos?

A marinada é uma técnica culinária que consiste em colocar um alimento, geralmente uma peça de carne, numa mistura de água, sal, legumes (cenoura, alho, cebola ou salsão), temperos (ervas e especiarias) e algum componente ácido, como o vinagre, limão ou vinho ou básico como o leite ou iogurte. O ato de marinar alimentos é um dos procedimentos de cozinha mais antigos da história da alimentação.

Dentre os benefícios de marinar um alimento são de amaciar, conferir sabor, adicionar ou retirar umidade, preservar e reduzir a produção de substâncias cancerígenas oriundas do processo de preparo (calor seco como grelhados e assados).

Existem dois tipos de marinados: O líquido e o Seco. A marinada líquida, também chamada de vinha d’alhos, é geralmente uma solução salina (por isso chamada da marinada) acrescida de especiarias e temperos diverso, as vezes com a adição de ácidos e até mesmo vegetais.

A marinada a seco, chamada de “tempero pronto” é uma mistura de ervas, especiarias e condimentos (temperos) que é esfregado ou colocado sobre o alimento a fim de temperar e liberar a umidade, maceração.

Os ingredientes podem ficar a marinar desde alguns minutos até várias horas. O importante é não deixar a marinada fora de refrigeração, cozinhar o líquido resultante do processo e não reutilizar a marinada – por que pode ter sido contaminada.

Marinar os alimentos, principalmente os que foram expostos ao calor seco, auxilia além do sabor e redução na adição de sal, a reduzir o processo de envelhecimento das células. Confere ao alimento, maior proteção e reduz a produção de radicais livres!

Bom pra você e para as suas células.

 

UNIDADE MÓVEL DE PREVENÇÃO AO CÂNCER

O programa Cuide-se + possui uma unidade de atendimento móvel que percorre todo o estado atendendo as indústrias paranaenses.CONHEÇA A UNIDADE MÓVEL

REVISTA ELETRÔNICA CUIDE-SE +

Conheça a revista eletrônica e tenha ainda mais informações importantes para sua saúde.ACESSE A REVISTA GRATUITAMENTE