Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




17/05/2010

Benefícios do Alongamento

Confira algumas dicas sobre alongamento:

1. Melhor flexibilidade e movimento melhorado das articulações.

2. Músculos flexíveis podem melhorar seu desempenho diário, e tarefas como carregar pesos, baixar-se ou correr podem tornar-se mais fáceis e menos cansativas; a flexibilidade tende a diminuir com o passar dos anos, mas é possível recuperar e mantê-la.

3. Melhora a circulação, pois os alongamentos aumentam o fluxo sanguíneo nos músculos. Por sua vez, a melhoria na circulação ajuda a diminuir o tempo de recuperação, caso haja lesões musculares.

4. Melhora a postura. Os alongamentos feitos com freqüência ajudam a evitar que os músculos endureçam e promovem a postura correta, que minimiza o desconforto e reduz as dores.

5. Alivia o stress, porque relaxam os músculos duros e tensos que, geralmente, acompanham são sintomas do stress.

6. Melhor coordenação, pois manter a extensão completa dos movimentos das articulações promove melhor equilíbrio. Isto é muito importante porque a coordenação e o equilíbrio ajudam a manter a mobilidade, ajudando a evitar lesões por queda, especialmente à medida que se vai envelhecendo.

Os estudos demonstram que os alongamentos ajudam a reduzir o risco de lesões na corrida. Quanto mais preparados os músculos e as articulações estiverem, mais protegidos de lesões estaremos.

Os princípios básicos dos alongamentos:

1. O princípio dos alongamentos para melhorar a flexibilidade reflete os principais grupos de músculos do corpo: braços, pernas, quadril, região lombar, pescoço e ombros.

2. Alongar os músculos quando eles estão frios aumenta o risco de distendê-los excessivamente. Deve por isso começar com um aquecimento gradual. Pode, por exemplo, caminhar enquanto estende os braços ou fazer o seu exercício preferido com menor intensidade durante cinco minutos.

3. Faça cada alongamento durante pelo menos 30 segundos. Os tecidos precisam de tempo para alongar com segurança. Alongue cada músculo por 60 segundos, principalmente naqueles que sente mais tensos ou duros.

4. Não exagere. O exagero nos alongamentos pode causar pequenas lacerações nos músculos, o que promove a inflamação, tensão, rigidez e dor.

5. Atenção: não deverá sentir dor durante os alongamentos. Se isso acontecer, deve recuar e alongar apenas até ao ponto em que não cause dor. Caso sinta sempre dor, deve consultar um médico especialista o mais depressa possível.

6. Relaxe e respire normalmente. Não prenda a respiração durante os alongamentos.

7. Alongue ambos os lados do corpo igualmente. O alongamento deve ser leve antes do exercício físico, e mais forte depois.

8. Além de alongar os principais músculos, alongue também os músculos e as articulações que mais usa no trabalho ou atividade física. Os alongamentos específicos para atividades desportivas preparam os músculos. Por exemplo, se joga tênis com regularidade, fazer alongamentos nos ombros, lombares e pescoço é sempre boa idéia.

9. Se só tem tempo de alongar uma vez durante o treino, faça-o depois, quando os músculos estão aquecidos e mais receptivos.

10. Se não pratica desporto regularmente, pode ainda beneficiar com uma rotina de alongamentos regular. Faça alongamentos pelo menos três vezes por semana para manter a flexibilidade. Se praticar exercício físico com regularidade e tem algum problema crônico, poderá sentir necessidade de alongar todos os dias, ou até mesmo duas vezes por dia.

11. Alongamentos não são aconselháveis quando existem certo tipos de lesão. Por exemplo, não alongue músculos distendidos, a menos que seja sob orientação de um profissional em fase de tratamento.



Sesi   Serviço Social da Indústria (Paranà)   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR   0800 648 0088