Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




21/02/2018

Curitiba recebe etapa regional do Torneio de Robótica First Lego League nesse fim de semana

A etapa regional do Torneio de Robótica- FLL acontece nos dias 23 e 24 de fevereiro e antecipa a fase nacional, que será realizada em março na capital

Já imaginou aprender matemática, física e ciências, construindo e até programando robôs autônomos? Essa é uma das propostas do Torneio de Robótica – First Lego League (FLL). Nos dias 23 e 24 de fevereiro, Curitiba recebe a etapa regional da competição, reunindo mais de 400 alunos do ensino médio, divididos em 40 equipes de várias unidades de Colégios Sesi no Paraná. O evento será realizado na unidade da Cidade Industrial, a partir das 13h, e é aberto ao público. A etapa regional antecede a fase nacional, que será sediada, pela primeira vez, em Curitiba, entre os dias 16 e 18 de março. 

O Torneio de Robótica – FLL é um programa internacional criado para despertar o interesse dos alunos em ciência e tecnologia. A rede Sesi de ensino apresenta na grade curricular a disciplina de Oficinas Tecnológicas, em que todos os estudantes do ensino médio são desafiados a aprender Física e Matemática, com base em programação e montagem de robôs. Na disciplina, os estudantes conseguem ter outra visão de estudo, além da sala de aula, resultando em um engajamento muito maior.

A competição de robótica pode ser usada no ambiente escolar, mas não é projetada exclusivamente para esse propósito. De acordo com a analista técnica e sub operadora da FLL, Ana Paula Kamizi, os jovens podem se inspirar com os projetos, propondo novas soluções tecnológicas. “Queremos incentivar a afinidade com áreas da ciência e tecnologia. Percebemos que os estudantes que participam dessas oficinas, também apresentam um resultado melhor nas disciplinas de Matemática, Física e Química”, explica.

Como funciona

A disciplina de Oficinas Tecnológicas estimula a formação das equipes para o torneio, que podem até 10 alunos. Cada equipe tem um técnico, que pode ser um professor e também um técnico suplente. O Torneio de Robótica apresenta o tema, que é fundamentado em um assunto científico do cotidiano. Ele é baseado em um conjunto de problemas do mundo real, os mesmos vivenciados por profissionais, como cientistas e engenheiros.

Após o lançamento do tema, as equipes têm de oito a dez semanas para se preparar para o torneio. Nesse período, os estudantes precisam desenvolver o projeto de pesquisa, design e desafio do robô (colocá-lo em prática), além de também core values, que são os valores no modo de atuar em conjunto, valorizando o respeito mútuo e o trabalho de alta qualidade.

Após o projeto cumprir com os requisitos, pode competir nas seletivas internas e etapas de nível regional e nacional, resultando em visibilidade e premiação. A etapa regional será realizada nos dias 23 e 24 de fevereiro e a etapa nacional em março de 2018, ambas em Curitiba.